top of page
  • Redação

Milium

Atualizado: 18 de mai. de 2022


É formado por queratina em uma cápsula composta de epitélio igual ao da pele, apesar de acreditarem ser sebo.


Possuem de 1 a 4 mm de diâmetro e costumam ser múltiplos, ocorrendo, ainda, em placa —com muitas lesões bem próximas. "A causa é a oclusão da saída do folículo piloso, bastante comum em peles acnéicas, mas intercorrem em processos cicatriciais de queimaduras.


No rosto, aparecem ao redor dos olhos, no nariz e região das bochechas, assim como, no tórax e nas regiões superiores do corpo. Porém, qualquer parte está sujeita.


São dois tipos existentes


Os primários não acompanham nenhuma doença e surgem mais na face de forma espontânea. Os recém-nascidos apresentam múltiplos pontos brancos na face durante algumas semanas devido a uma retenção sebácea transitória, o processo regride de maneira espontânea.

Em adultos e adolescentes irrompem mais ou menos isolados nas bochechas, pálpebras, nariz e, por vezes, no couro cabeludo e na genitália.◀️



O secundário aflora em qualquer parte do corpo, durante o processo de reparação de bolhas subepidérmicas, após trauma cirúrgico ou queimadura solar, pode ocorrer uma cicatrização anormal na pele e forma-se o milium.


Pode ainda estar associado a algumas dermatoses raras, mas no geral são lesões inofensivas.


O conselho é não mexer! A maioria das pessoas confunde o milium com cravos e tenta fazer a remoção em casa, mas como são pequenos cistos, eles não saem facilmente. É preciso um preparo adequado e profissional capacitado.


Manipular o milium sem higiene e cuidado necessários acarreta infecções, manchas e cicatrizes.


Em casos mais brandos, usar um sabonete esfoliante ajuda a retirar as pequenas lesões e até impedir que novas surjam.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page